Como contratar um empréstimo no exterior - Mundo de Notícias

Como contratar um empréstimo no exterior

Sabe-se que as taxas de juros nos Estados Unidos são muito mais baixas do que no Brasil. Isso torna os empréstimos aqui mais baratos.

Anúncios

Um investidor que tenha recursos no exterior e queira utilizá-los pode obter um empréstimo acessível para diversos fins, fornecendo seu investimento como garantia:

Aumente a lucratividade do portfólio

A maioria das instituições financeiras estrangeiras empresta seus investimentos financeiros a seus clientes com garantia.

A instituição financeira avalia a qualidade dos investimentos na carteira do cliente (se é mais seguro ou mais especulativo).

E concede um empréstimo para um determinado percentual da carteira. Isso pode variar de instituição para instituição.

Anúncios

Os investidores podem aproveitar isso para alavancar seus portfólios e aumentar seu potencial de rentabilidade. Vamos colocá-los no Numbers para facilitar.

Digamos que um investidor invista R$ 1 milhão em ativos financeiros que rendem 6% ao ano. A instituição financeira avalia a carteira e utiliza mais de 70% da carteira.

Ou seja, 700 mil USD, com uma taxa de juro anual de 3%. O investidor pega esse empréstimo e o reinveste na mesma carteira que fornece 6% ao ano.

Como resultado, sua renda anual não é mais de R$ 60.000 (6% de R$ 1 milhão) e R$ 102.000 (6% de R$ 1,7 milhão) menos R$ 21.000 (3% de R$ 700.000) É possível.

Anúncios

Com isso, a carteira passa a gerar 8,1% ao ano em vez de 6% dos recursos investidos.

Comprar imóveis no exterior

Um cidadão americano que decide comprar um imóvel, mas não tem dinheiro (ou não quer imobilizar seu imóvel).

Geralmente opta por uma hipoteca emitida por uma instituição financeira que utiliza o próprio imóvel como garantia.

Como funciona exatamente no Brasil? No entanto, a taxa de financiamento depende do histórico de crédito do interessado.

Não da taxa média de inadimplência de toda a população, como no Brasil. Portanto, um brasileiro que decida comprar um imóvel no exterior.

Por não ter histórico de crédito não terá um bom nível de financiamento e precisará de uma maior quantidade de garantias.

Ou seja, utilizar como garantia os recursos depositados no exterior. para o empréstimo, não a propriedade em si.

E se os recursos forem utilizados a uma taxa superior à taxa do empréstimo, como no exemplo acima, o investidor retém o investimento.

Compra o imóvel e ainda ganha a diferença entre o retorno do seu investimento e a taxa de juros do empréstimo.

Esse método tem sido amplamente utilizado por clientes de alta renda que compraram imóveis desde a crise de 2008.

Os investidores se beneficiaram tanto dos investimentos financeiros quanto da forte valorização dos imóveis.


*Fonte de pesquisa: infomoney

Calculadora de Empréstimos




Resultados:

Prestação Mensal:

Custo Total do Empréstimo:

Juros Totais Pagos: