Conta de luz continua com Bandeira verde em Maio

0
220

Conta de luz

As contas de luz do Brasil continuarão em maio com a chamada bandeira tarifária verde, que não cobrará encargos adicionais aos consumidores, informou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) na sexta-feira.

O mecanismo tarifário, que resulta em custos adicionais quando muda de verde para amarelo ou vermelho

Dependendo do suprimento de energia do sistema, permaneceu inalterado pelo quarto mês devido às boas chuvas e à restauração do armazenamento de energia hidrelétricas, a principal fonte de produção no Brasil.

“A combinação de reservatórios mais altos com medidas para combater o consumo de eletricidade na pandemia de Covid-19 sinaliza a manutenção de um alto nível de participação das hidrelétricas no atendimento à demanda de energia … sem precisar ser ativado sistematicamente”, disse Aneel em nota.

Leia também:

Medidas do governo

A carga de energia no sistema interconectado no Brasil deve cair para 8,3% em maio, devido ao impacto das medidas de isolamento na demanda

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) na sexta-feira.

A agência da indústria estima que a precipitação de barragens hidrelétricas deve estar próxima do normal neste mês

Para cerca de 88% da média histórica na região sudeste, onde estão localizados os principais reservatórios.

Somente no lado sul a imagem da água é negativa – em meio à seca na região desde meados do mês passado

Deixe Seu E-mail para empréstimo no carnê
0%

A precipitação deve cair para apenas 19% da média histórica do mês.

FOLHA FONTE DA CONTA DE LUZ

O conselho de administração da Aneel divulgou uma nota técnica na semana passada, apontando que é provável que as bandeiras tarifárias amarela e vermelha não sejam alteradas nos próximos meses devido ao cenário de redução de carga.

A agência sugere que os R$ 1,375 bilhão gerados anteriormente pelo mecanismo possam ser usados ​​para apoiar o caixa de empresas de distribuição de energia

Que pediram apoio ao governo por causa aliás dos efeitos do coronavírus no coronavírus. mercado.

Os Ministérios da Mineração e o Ministério da Energia e Economia discutiram com as empresas de eletricidade a possibilidade de os bancos emprestarem ao setor em conjunto.

O financiamento é no entanto posteriormente amortizado mediante a cobrança de taxas ao consumidor.

Distribuidores dizem que o “resgate” pode significar entre R$ 15 bilhões e R$ 17 bilhões

Mas a Aneel explorou várias alternativas para reduzir o valor de um financiamento potencial e reduzir o impacto sobre os consumidores.

O secretário de eletricidade do portfólio de minas e energia, Rodrigo Limp, disse à Reuters nesta semana que o governo avaliou as propostas da Aneel

Incluindo uma que exige contudo o uso de resíduos da coleção de bandeiras.

Veja mais

Governo disponibiliza empréstimos em bancos públicos durante o Coronavírus

Auxílio emergencial: Pagamentos e saques dos R$ 600

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here