Governo disponibiliza empréstimos em bancos públicos durante o Coronavírus

0
269

Governo Facilita Empréstimos

O governo federal emitiu a medida provisória 958/2020. O artigo libera as empresas de vários pré-requisitos para a emissão de crédito e empréstimos em bancos públicos. O texto afirma que as alterações são válidas até 30 de setembro.

Leia os requisitos completos que as empresas não precisam atender temporariamente.

Um parlamentar tem força de lei a partir do momento da publicação, mas é válido por quatro meses e deve ser confirmado por votos no Congresso Nacional para se tornar permanente.

Antes da medida provisória, por exemplo, sem prova de que ele havia votado nas últimas eleições, pagou a multa ou foi devidamente justificado

O eleitor não pôde solicitar um empréstimo junto às instituições financeiras. Esse requisito está agora temporariamente suspenso.

Outra obrigação suspensa até 30 de setembro refere-se ao imposto territorial rural.

Na pendência da emissão da medida provisória, a concessão de incentivos fiscais e crédito rural estava sujeita à comprovação de pagamento do ITR correspondente aos cinco anos anteriores. Isso não será mais necessário.

BNDES Libera R$ 55 bilhões

Na tarde de domingo (22), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou quatro medidas contudo para impulsionar a economia durante a crise do vírus da coroa. A quantia esperada de dinheiro das iniciativas é de US $ 55 bilhões.

As medidas consistem em uma extensão do empréstimo e em condições mais favoráveis ​​para o pagamento de juros.

Não há aliás duração predefinida e as medidas serão válidas enquanto durar a crise.

Segundo o presidente do banco, as medidas reveladas neste domingo foram transversais e, em um segundo momento, serão anunciadas medidas setoriais.

“Os setores priorizados pela presidência e pelos ministérios serão no entanto priorizados pelo banco”, afirmou Montezano.

Embora ele tenha dito que combinaria os setores que receberiam apoio com outros membros do governo federal

O presidente do BNDES disse que havia um acordo para ajudar as companhias aéreas, o turismo, os estados e os municípios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here