InícioNotíciasTRT viu que conversar no Whatsapp configura vínculo trabalhista

TRT viu que conversar no Whatsapp configura vínculo trabalhista
T

Anúncios


O WhatsApp é muito popular para uma ampla gama de interações com a TRT.

Contudo é amplamente utilizado em um ambiente de negócios.

Muitas vezes mais do que outros meios de comunicação, como e-mail.

Contudo, portanto, pode ser útil em processos de negócios.

A 18ª Vara do Trabalho (TRT) acaba de reconhecer o vínculo empregatício.

No entanto em entrevistas realizadas por meio do aplicativo Caldas Novas (GO).

O profissional que iniciou a ação era garçonete de um restaurante.

Portanto usou as interações na plataforma como evidência.

Ele primeiro afirma ter trabalhado como funcionário temporário.

Contudo depois de um tempo, sua carga de trabalho aumentou e ele foi demitido.

Portanto as conversas do WhatsApp fizeram a empresa pagar por demissões prejudiciais.

Contudo turnos noturnos, horas extras e pausas no trabalho.

O advogado empregado Camilo Onoda enfatiza a força dos aplicativos.

De mensagens em litígios.

Contudo “O conteúdo das conversas entre empregado e empregador.

E até colegas, atesta relação de emprego, horas extras.

Portanto plantões noturnos, assédio moral, acúmulo e muito mais.”

Contudo o WhatsApp pode até substituir as provas.

“Muitos ainda precisam entender o impacto dessa tecnologia”, diz Onoda.

“Dependendo da frequência e do conteúdo do debate.

Pode haver condenações por horas extras e até demissões significativas.”

Como os direitos são garantidos – TRT

Para os negócios, é importante entrevistar os empregadores.

Por meio do WhatsApp.

“Texto, áudio e vídeo podem comprovar os fatos sobre um empregado e um empregador”.

Diz Gleibe Pretti, professora de direito da Estácione.

Principalmente quando o material demonstra desonestidade como assédio.

Sobrecarga ou falta de pagamento de horas extras.

Claudia Securato, sócia do espaço de trabalho do Oliveira.

Valen, Securato e Abdul Ahad Advogados, diz que é oportuno formalizar esse material.

Apesar de não serem obrigatórias, essas discussões deveriam.

Idealmente, ser notarizadas”, disse. Principalmente para copiar áudio quando disponível.

Segundo Pret, a maioria dos juízes de primeira instância da Justiça do Trabalho.

Já aceita essa prova. “O TRT e o Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Seguem a mesma prática em benefício tanto do empregado quanto do empregador.

Essas discussões podem comprovar se há uma certa verdade ou não.”


*Fonte de pesquisa:  canaltech.com.br/empregos/trt-reconhece-que-conversa-de-whatsapp-configura-vinculo-trabalhista-208869/

Você vai gostar

Carteira Google está atualizada e...

O Google anunciou nesta quarta-feira (20) que seu serviço...

Avatares para o Whatsapp estão...

Meta-avatares devem chegar ao WhatsApp, informou um informante nesta...

Cartão Submarino, garanta o seu!

Não é a primeira vez que venho oferecer um...

Empréstimo ou Financiamento, qual o...

Empréstimo ou financiamento: qual é a melhor opção? Muitas dúvidas...

Novo vírus no Android, tomem...

Um novo vírus contra o sistema operacional Android descoberto...

Qual o melhor cartão de...

A popularidade dos bancos digitais é um grande valor...

Como contratar um empréstimo no...

Sabe-se que as taxas de juros nos Estados Unidos...

Como ter na Conta R$1.650...

Se você guardou R$ 5 mil no FGTS, não...

Milhas para viajar! Aprenda a...

Os viajantes dizem que os voos internacionais são difíceis...

Criador de Yu-Gi-Oh morre aos...

A polícia japonesa confirmou nesta quinta-feira (07) que Kazuki...

Cartão NEO com muitas possibilidades

O Bradesco Visa Neo Platinum é um cartão que...

Modelo novo de empréstimo para...

Entenda como funciona um empréstimo para idosos. Veja o...
Dani
Dani
Olá eu sou a Dani, faço conteúdo diariamente pra te ajudar a encontrar o que esta procurando, estou feliz de ter você por aqui
VEJA TAMBÉM