InícioNotíciasA função do EAD (ensino a distância) no Brasil

A função do EAD (ensino a distância) no Brasil
A

Anúncios


Inclusão

O ensino a distância no Brasil promove a inclusão como nenhum outro. Qualquer pessoa com necessidades especiais pode usar todas as aulas sem restrições.

Nem sempre é possível com o ensino presencial, seja por falta de estrutura física ou por uma longa e difícil jornada.

É principalmente uma forma de educação democrática que pode ser.

Ensino envolvido

Com as ferramentas certas de ensino a distância, é possível engajar a sociedade e melhorar o aprendizado dos alunos.

O networking também deve ser enfatizado, especialmente na plataforma virtual de aprendizagem do Moodle.

Afinal, ele tem os recursos certos para estimular o aprendizado, mas também oportunidades dentro e fora da sala de aula.

Quem no Brasil usa o ensino a distância?
Engana-se quem pensa que o ensino a distância no Brasil é só universidade.

As escolas técnicas estão cada vez mais oferecendo isso. Os cursos técnicos da EaD se multiplicaram nos últimos anos.

De acordo com pesquisa realizada pela Secretaria do Censo da População Escolar do Ministério da Educação (INep/MEC), as matrículas no ensino a distância aumentaram 30% até 2020.

Por exemplo, escolas como o Senac EaD tiveram um aumento de 70% no número de alunos nesse período.

Neste estudo, o departamento também previu um aumento de mais de 50% na busca por educação na modalidade para o período de 2021.

Ou seja, nunca na história do país se investiu tanto na oferta de vagas educacionais online.

Essa popularização só foi possível devido à Ordem Executiva nº 617 de 2020. Nele, o MEC finalmente aprovou a implantação de cursos técnicos a distância.

Esta versão é semelhante ao treinamento online já oferecido em cursos gratuitos.

Freelancers e empreendedores usam ambientes virtuais de aprendizagem para compartilhar seus conhecimentos.

Portanto, além de seus aprendizados em cursos técnicos EaD, existem cursos gratuitos que focam em uma habilidade ou cargo específico.

Isso abre uma série de oportunidades para quem quer trabalhar e trabalhar.

EAD aparecendo cada vez mais nos negócios

As empresas também contam com plataformas virtuais de treinamento para qualificar seus funcionários.

O chamado e-learning corporativo está ganhando força e já resultou em vários cases de sucesso.

Com uma ferramenta como o Moodle, por exemplo, é possível criar caminhos de aprendizado para fortalecer as equipes.

Dessa forma, todos ganham. Os funcionários ganham porque se qualificam e crescem na organização.

E as empresas ganham. Afinal, os frutos desse treinamento podem colher os frutos de novas oportunidades dentro e fora de sua matriz.

Por isso, o desenvolvimento de pessoas e empresas nos negócios nunca foi tão seguro. E isso depende do uso e flexibilidade do ensino online.

No mercado de ações

Além de ser a forma de ensino mais democrática do mundo, o ensino a distância no Brasil vem ganhando espaço no mercado de ações.

As cotas no setor de educação aumentaram acentuadamente nos últimos meses. Como resultado, é claro, o número de notificações aumentou.

Para dar um exemplo, a maior universidade de Santa Catarina tem muito o que comemorar por volta do primeiro trimestre de 2021.

Segundo o BTG Pactual, a empresa brasileira listada na Nasdaq registrou um aumento de 40% no EBITDA (lucro antes dos impostos).

Espaço suficiente para o EAD

A fim de ser capaz de ocupar toda a gama de ensino à distância, o espaço de estudo suficiente é crucial.

No entanto, isso nem sempre é o caso. Principalmente para pessoas que moram com crianças ou em locais com estrutura física limitada.

É tarefa dos alunos – e até dos professores – conseguir separar um cantinho da casa.

Apesar de pequeno e personalizável, ter um espaço exclusivo para estudar ou ensinar é importante.

Por exemplo, uma mesa e uma cadeira já estão ajudando a resolver o problema. Também é uma boa ideia usar fones de ouvido para isolar o ruído ambiente.

Pare de aprender a distância
Este talvez seja o maior desafio para o ensino virtual. Principalmente se levarmos em conta os dados da pesquisa CENSO EAD.

Os números são alarmantes.

O estudo mostrou o seguinte. As instituições que oferecem 100% de ensino a distância tiveram uma taxa de evasão de até 50%.

Em preços mistos, essa participação cai pela metade, 25% – mas ainda é considerada alta.

Nesse contexto, algumas medidas são necessárias por parte de quem oferece os cursos.

Os problemas que os alunos enfrentam já são conhecidos. Por isso, é importante se adaptar a eles e ter plataformas completas para ajudar nesse sentido.

É uma boa prática criar cursos mais atraentes e flexíveis. Fornecer todo o conteúdo gravado e uma biblioteca virtual também é importante.

Tais iniciativas ajudam os alunos a permanecerem ativos e engajados em seus estudos, departamento e qualificações para um futuro melhor.


*Fonte da informação: https://www.criativaead.com.br/blog/ensino-a-distancia-no-brasil/

AUMENTE SEU SCORE EM 7 DIAS

VOCÊ GANHARÁ + 3 BÔNUS INCRÍVEIS  SE GARANTIR A SUA VAGA HOJE!

Dani
Dani
Olá eu sou a Dani, faço conteúdo diariamente pra te ajudar a encontrar o que esta procurando, estou feliz de ter você por aqui
VEJA TAMBÉM

Mais Popular

0